.

.

.

.

sábado, 14 de janeiro de 2017

ATUALIDADE: Luto em Tanquinho morre a cadelinha “Menina” que seguia enterros e assistia missas na matriz

Menina em uma de suas visitas em um velório


Assim como Riachão do Jacuípe tinha “Beato Salú”, a cidade de Tanquinho tinha a “Menina”, assim como Salú, Menina gostava de ir à missas na  igreja matriz da cidade e também acompanhava enterros e sepultamentos. Quando o falecido (a) era querido por ela, ela ia até no velório, mas hoje quem nos deixou foi ela.
 
Assim como Salú partiu a cerca de 5 anos, a cadelinha Menina faleceu em Tanquinho na madrugada deste sábado (14) vitima de um veneno letal e tão facilmente encontrado em qualquer feirinha de interior, o maldito chumbinho. Segundo informações de pessoas que cuidavam de Menina, aparentemente o envenenamento não foi intencional, pessoas irresponsáveis que podem ter jogado na rua para descartar após ter cumprido alguma finalidade, a população adorava a cadela e por tanto não passaria na cabeça de ninguém mata-la.

Beato Salú em frente a Matriz de Riachão do Jacuípe

Menina em frente a Matriz de Tanquinho
Salú também causou comoção ao partir em Riachão, hoje o dia foi de tristeza em Tanquinho, pessoas mais próximas e que cuidavam da cadelinha fizeram um enterro simbólico, como forma de homenagear de forma carinhosa a cadelinha Menina, que de tão diferente, ganhou roupinhas de ir a missa, tinha um cantinho só seu no altar da matriz e virou notícia em todo Brasil através da TV quando teve a sua história contada nas telinhas em uma reportagem.


Vá com Deus Menina, e que lá no céu você tenha encontrado o Beato Salú, e então vocês faça um lindo par, que não puderam ser aqui na terra mesmo tendo os mesmos costumes religiosos e sacrossantos, e que seus exemplos sirvam de lição para a humanidade respeitar mais os animais.

POR ALANA ADRIELLE. Fotos extraídas da internet.
Postar um comentário