.

.

.

.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

URGENTE: Deputado pede a Ministerio Público que não permita festa com Harmonia do Samba em inaugaração de praça de Riachão do Jacuípe


Em nota enviada ao Ministério Público, o deputado Alex da Piatã (PSD), sensível a situação de crise financeira que assola as cidades baianas, solicitou a promotoria a intervenção pelo cancelamento da inauguração de uma praça na cidade de Riachão do Jacuípe que contará com show da banda Harmonia do Samba. O valor a ser pago pelo dinheiro dos cofres municipais pode chegar a R$ 80 mil.  

No texto do ofício, o deputado afirma soar estranho o Poder Executivo contratar a banda como atração de peso, visto o período turbulento das finanças municipais. “Só do Poder Executivo, por exemplo, em torno de 80 pessoas (algo em torno de 10% da totalidade dos funcionários!) foram demitidas sob a necessidade de rigidez econômica que vive o poder local. É um número considerável para uma cidade do porte dessa”, apontou. 
“Não se pode dizer, entretanto, que Riachão do Jacuípe é um munícipio diferente da grande maioria dos municípios brasileiros, que vive os percalços da grave crise econômica instaurada nacionalmente, inclusive com a diminuição dos repasses dos fundos de arrecadação”, completou.  



Alex também rememorou um momento de negociação com a prefeita Tânia Matos (PDT) para obra de abastecimento de água em Queimada do Cedro, cuja despesas deveriam ser custeadas pela prefeitura local e não o foi sob o argumento de falta de recurso. 



“Como pode o Poder Executivo Municipal negar a efetivação de um direito fundamental que mataria a sede de seu povo? Como é razoável negar dignidade às pessoas? Como se pode dizer moral e ético que, sem dinheiro, realize um grande show com uma banda de tamanho peso e de grande cachê tendo negado a feitura de uma obra de tamanha importância para a dignidade de seus munícipes?”, questionou o deputado.
A assessoria da Prefeitura de Riachão do Jacuípe publicou em uma rede social da prefeita Tânia Matos uma Nota de Esclarecimento rebatendo a informação da assessoria do deputado, veja alguns trechos: "A Prefeitura Municipal de Riachão do Jacuípe torna pública nota de esclarecimento acerca da matéria veiculada em meios de comunicação do Deputado Alex da Piatã, onde o mesmo, de forma leviana, acusa a Gestora Municipal de realizar inauguração com festividade sob argumentação de que o município se encontra em crise financeira, em razão de exonerações ocorridas após as eleições e de não ter cedido uma máquina para execução de uma obra...." e continua.

"As medidas adotas na Gestão da Prefeita Tânia Matos buscaram equacionar as finanças públicas frente à crise econômica, de modo que possibilitam a realização da festa no dia de amanhã.  Vale destacar ainda, que há poucas semanas, o Ministério Público Estadual solicitou certidão ou declaração das concessionárias de serviço público onde comprovasse a adimplência do município. Diferente do quando encontrado em 2013, pudemos provar o pagamento tanto dos débitos encontrados, como do débito corrente, não havendo qualquer dívida...." e finaliza.
Infelizmente o deputado votado no nosso município tem desconhecimento do quanto estamos realizando, principalmente em manter todos os serviços para a população. Até a praça ornamentamos, muito diferente de final de outros governos. Trabalhamos para o nosso povo e vamos realizar a festa para o nosso povo. O Deputado precisa conhecer mais o município que é votado” declarou a Prefeita". Nesse jogo de bate-rebate o povo só comenta mesmo é da banda Harmonia, muitos nem estão falando mais da praça, e nem de  UPA e SAMU, nem do calçamento da Ulisses Guimarães ou do abandono de alguns bairros, é a lei do pão e circo se materializando diante de nossos olhos jacuipenses e fazendo o povo, com a festa, esquecer do resto. Seria o ultimo suspiro de uma gestão?

DA REDAÇÃO. COM INFORMAÇÕES DAS ASSESSORIAS - DEPUTADO ALEX/PREFEITURA DE RIACHÃO DO JACUÍPE.
Postar um comentário