.

.

.

.

sábado, 5 de novembro de 2016

EXCLUSIVO: Família de jovem morto num crime passional em Riachão do Jacuípe pede justiça



Nossa reportagem foi procurada neste sábado (05) pela família do jovem José Valdoberto dos Santos Júnior, vítima de uma facada fatal na ultima quarta-feira (02) por volta das 22hs no Bairro Alto do Cruzeiro. Segundo a família de Júnior, ele estava na casa da avó, quando teria recebido um telefonema da esposa Ariana de Lima, convidando ele para comer uma lasanha na casa dela que fica a cerca de 500 metros da casa em que Júnior estava.

Ainda segundo a mãe de Júnior, a senhora Maria Helena, ele teria ido ao local, e ao chegar teria encontrado pessoas bebendo e não tinha mais a lasanha, chateado, Júnior teria chamado a esposa até o quintal e teria começado uma discursão, foi onde ele acabou ferido com uma faca tipo peixeira.

Júnior tinha apenas 24 anos

Pai de Júnior pede justiça pela morte do filho

Júnior saiu correndo e montou em sua bicicleta, algumas testemunhas dizem que foi neste momento que ele teria sido ferido, mas não se sabe ao certo se foi nesse momento ou antes, como também não se sabe a verdadeira autoria da facada, pois a esposa, Ariana, chegou a ser presa em flagrante e na delegacia confessou o crime, mas, 48hs depois foi solta e mudou a versão, disse que não teria sido ela.
 
Para a família da vítima a autoria do crime é de um irmão de Ariana, de pré-nome Romário, que já teria outras passagens pela policia por agressões semelhantes, e que por isso a esposa de Júnior teria confessado o crime no lugar do irmão para protege-lo. A família de Júnior pede justiça, ninguém da família de Ariana e nem ela quiseram falar com a nossa reportagem. Por telefone o Delegado Sérgio Vasconcelos, titular da Delegacia de Riachão do Jacuípe, informou a nossa reportagem que segue investigando o caso.

VEJA O VÍDEO:

  

REPORTAGEM - ALANA ADRIELLE
IMAGENS - ENZO SEBAH



Postar um comentário