.

.

.

.

sábado, 29 de outubro de 2016

ATUALIDADE: Universitários do Campus XIV da Uneb em Conceição do Coité fazem ocupação da unidade contra a PEC 241




O campus XIV da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) em Conceição do Coité entrou para a lista de universidades ocupadas por estudantes que protestam contra a PEC 241 em todo o Brasil. Os estudantes ocuparam sedes da Uneb em algumas cidades no estado da Bahia, em Teixeira de Freitas, sul do estado, a ocupação começou na segunda-feira (24), em Juazeiro, os estudantes iniciaram a ocupação na terça-feira (25) e desde quinta-feira (27), o campus XIV de Coité está ocupado.

Os estudantes que estão ocupando a Uneb em Coité usam toda a estrutura do prédio, onde dormem em colchões improvisados nas salas como em um alojamento, a decisão de ocupação foi tomada após uma assembleia entre todos os alunos e professores da faculdade. A ocupação conta com alunos de vários cursos que estão preocupados com as incertezas e com os prejuízos que podem ser causados aos estudantes oriundos de famílias mais humildes, que lutam com muita dificuldade para ter acesso ao ensino superior, e que com a PEC 241 em vigor poderão ter maiores dificuldades de acesso não só às faculdades, mas também à educação como um todo.



Para os estudantes a PEC 241 não afetará somente educação em seus serviços mais básicos, mas também a saúde. Eles salientam também que a força do movimento de ocupação tem o objetivo não só de lutar contra a PEC 241, mas também de chamar atenção de toda população, já que a mídia não esclarece de forma correta as consequências da PEC em longo prazo. Uma das mensagens que deve ser entendida por todos os brasileiros é que não adianta tantos terem acesso à educação e logo depois não poderem permanecer nela estudando e se qualificando, os estudantes do campus XIV em Coité também deixaram claro que o movimento não é partidário. 


Desde o inicio da ocupação os estudantes se revezam em atividades de limpeza e arrumação do prédio para manter tudo no lugar, banheiros, salas e áreas externas sempre limpas, eles também estão produzindo a própria alimentação na cantina da universidade, contando com doações de alimentos e materiais de higiene pessoal e de limpeza, que inclusive podem ser doados e entregues por quem queira ajudar na própria Uneb e no Centro Cultural de Coité, as ocupações em todo o país não tem previsão de termino.

VEJA O VÍDEO:

  

REPORTAGEM - ALANA ADRIELLE
IMAGENS E FOTOS - ENZO SEBAH
Postar um comentário