.

.

.

.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

POLÍTICA: Vereador Carlos Matos volta a legislar na Câmara de Vereadores em grande estilo



Como sempre em suas participações na casa da cidadania a galeria estava lotada na manhã desta quinta-feira (7) na espera do discurso do edil Carlos Matos. 

Depois de se licenciar da Câmara para exercer o cargo de Secretário de Finanças do município de Riachão do Jacuípe por 3 anos e 6 meses, hoje Carlinhos, como também é chamado carinhosamente por seus eleitores e admiradores, volta a tribuna e como sempre com a oratória segura e firme que é a sua marca registrada em seus mais de 25 anos de política.


Carlos Matos volta em um momento crucial, pois 2016 é ano eleitoral, sendo assim o prazo para quem quer concorrer a cargo eletivo se esgotou no início do mês, prazo para se afastar de cargos públicos, no caso de Carlinhos ainda tem o “Q” a mais, ele é detentor do mandato, teria que voltar ainda este mês para resgatar a suplencia.


Perguntado sobre a demora de reassumir sua cadeira o mesmo respondeu que tudo tem o seu momento certo. No seu discurso Carlinhos destacou a sua convivência com cada par da casa, alfinetou alguns da oposição e disse: “Se for debate vamos debater, se for guerra vamos para guerra, mas acima de tudo com muito respeito”, disse.




Carlinhos com sua volta reforça o time da prefeita na Câmara, alguns especularam de que haveria um racha entre Carlos Matos e seus seguidores e o grupo da prefeita Tânia Matos, mas o vereador e ex-secretário deixou claro na sua fala que os erros serão combatidos e corrigidos, e os acertos serão mostrados e aplaudidos, ficando entendido que sua aliança com o grupo continua firme.


Em algumas entrevistas no decorrer da semana Carlinhos sempre disse: “Eu sou e sempre serei ‘valfredista’, o grupo de Valfredão é um legado, uma ceita”, disse ele. Logo depois do discurso de Carlinhos muitos que se encontravam na platéia (galeria) da casa saíram, mostrando com a atitude que só estavam ali aguardando a fala de Carlos Matos.

VEJA O VÍDEO:

 

POR - ALANA ADRIELLE - REPÓRTER.
Postar um comentário