.

.

.

.

domingo, 17 de janeiro de 2016

URGENTE: Assalto com sequestro deixou população de Riachão do Jacuípe assustada na noite do ultimo sábado

 



A noite deste sábado (16) registrou um fato grave na cidade de Riachão do Jacuípe. Um roubo seguido de sequestro aconteceu por volta das 18h nas margens da BR-324 em frente à rodoviária da cidade. José Cláudio Santos de Oliveira, mais conhecido como Cau de Antônio Quiabo tinha acabado de carregar seu caminhão VW worker 8-120 de placa policial LOH-3349, licença de Riachão do Jacuípe-BA, com a mudança da senhora Lidiane Silva quando dois homens chegaram em duas motos e armados rederam Cau.

Ainda segundo informações da vítima, a dona da mudança desceu da boleia, mas quando Cau pensou fazer o mesmo foi impedido pelos bandidos. Dona Lidiane disse a nossa reportagem que o pai dela estava em cima da carroceria e por pouco não foi levado junto, ele ao perceber a filha gritando que era um assalto pulou da carroceria. Os bandidos seguiram com o caminhão por dentro de ruas do Bairro Bela Vista, inclusive passaram em frente à delegacia de policia civil.



Cau durante todo o trajeto ficou deitado no lastro da boleia do caminhão, um dos bandidos assumiu a direção e o outro permanecia com uma arma apontada para Cau. Os mesmos seguiram pela estrada de Serra Preta (BA-120) em direção a Feira de Santana, passaram por um posto da Policia Rodoviária Estadual (PRE) e o da Policia Rodoviária Federal (PRF) da BR-116 sul. Já em Feira de Santana entraram pelo Bairro Aviário onde deixaram Cau amarrado em uma ribanceira, antes disso os bandidos pararam em uma estrada vicinal as margens da BA-120 onde deixaram parte dos moveis levados.

Mas na carroceria ainda ficaram, o fogão, a geladeira, parelho de som, tanquinho e mais alguns objetos. Cau conseguiu se libertar, pois deixou as mãos um pouco frouxa no memento em que os bandidos amarraram o fio, assim que se libertou localizou uma viatura que o levou para uma delegacia, mas por conta de problemas em uma impressora na primeira delegacia onde esteve Cau não conseguiu registrar a queixa. Na DP seguinte mais uma vez não conseguiu registrar o fato, e resolveu voltar para Riachão e nesta Segunda-feira (18) ir até Feira registrar a ocorrência.


Ontem foi aniversário da esposa de Cau, um momento de alegria que ficou marcado por este fato triste pelo qual Cláudio passou. A policia segue nas investigações, qualquer pista do caminhão ou dos moveis, que podem estar sendo oferecidos bem barato por bairros de Feira de Santana, acionem a policia através do 190, sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo.

VEJA O VÍDEO:

 

REPORTAGEM DE ALANA ADRIELLE.
Postar um comentário