.

.

.

.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

ATUALIDADE: Comerciantes jacuipenses contam prejuizos com a enchente do Rio Jacuípe


A semana começou de forma diferente, ainda se conta pelas ruas da cidade as marcas da segunda maior enchente da história da cidade de Riachão do Jacuípe, em frente as casas nesta segunda-feira (25) montes de objetos e utensílios domésticos perdidos nas águas do Rio Jacuípe. Se para alguns moradores hoje foi mais um dia de limpeza das casas, para alguns comerciantes também foi dia de contar os prejuízos e ver o que foi levado pelas águas

Em um mercadinho o prejuízo foi grande chegando a mais de 15 mil reais. Na fábrica de sandálias Art Couro muitas máquinas ficaram em baixo d'água, funcionários passaram o dia limpando tudo para que a fábrica volte a funcionar. Além destes outros comércios que ficam nas proximidades do rio sofreram perdas, como foi o caso da Farmácia Anunciação, Bomboniere Rios, neste caso tanto a loja no centro foi atingida, como o galpão de estoque no bairro da Barra, pelo riacho do Boqueirão. Lojas na praça da feira livre também foram atingidas. 
 

Na barragem grande, um importante ponto turístico de Riachão a imagem também era de muita destruição e prejuízos, muitas barracas destruídas na enxurrada. Ocorreram boatos na cidade de que o paredão da barragem estaria rachado e prestes a ruir, fato que foi descartado por técnicos da defesa civil que estiveram no local, apenas uma fissura se nota onde a água corre, nada de muito preocupante. 
 


Já no bairro Clériston Andrade o prejuízo foi além do material, teve também o prejuízo sentimental, Zedeck, muito conhecido na cidade por cuidar de animais abandonados teve a casa completamente destruída na enxurrada, além dos objetos pessoais, animais que estavam no canil sendo cuidados por ele, e animais de estimação foram levados pelas águas e morreram. Ele continua cuidando dos animais que sobreviveram, e espera poder reconstruir todo o canil novamente, um local que para muitos é uma espécie de hospital dos animais, inclusive colaborando com a associação de animais da cidade a Aparj Beato Salu.

Zedeck pede a quem possa ajudar com doações de ração e medicamentos veterinários para cuidado com os animais e posteriormente materiais de construção para que ele possa reconstruir o local.

VEJA O VÍDEO:

 

REPORTAGEM DE ALANA ADRIELLE
Postar um comentário