.

.

.

.

sábado, 23 de janeiro de 2016

ATUALIDADE: Após enchente do Rio Jacuípe população de Riachão tenta voltar a rotina


As águas do Rio Jacuípe já baixaram, ruas que durante o dia de ontem estavam em baixo d'água hoje já estava a vista, para moradores foi dia de limpar e lavar a casa, retirar a lama e ver o que sobrou. O bairro Alto do Cruzeiro que foi um dos mais atingidos tenta voltar a sua rotina normal, moradores que ainda estão com suas casas dentro da água foram até as mesmas tentar resgatar o que ficou para trás na hora da agonia.

Durante todo o dia de hoje (23), funcionários da prefeitura estiveram fazendo o cadastramento das famílias que ainda estão desabrigadas e perderam tudo, muitos moradores limpavam as casas mas ainda com medo que o rio volte a subir. A preocupação agora são casas que estão com água empossada em seus cômodos, e os moradores ainda não foram limpar e pode se tornar foco do mosquito da dengue que também transmite zica e chikungunya. 
 


Os moradores desabrigados foram alojados no colégio do bairro e também na igrejinha da comunidade. No CRAS estão sendo feitas as refeições para os desabrigados e o recebimento e seleção das doações, no local também se precisa da ajuda de voluntários na separação das doações que chegam e nos preparativos de refeições para os desabrigados.

As marcas de destruição está em toda parte, muita lama que ficou pela passagem das águas toma conta das ruas, o concerto da cabeceira da ponte que foi levada pelas águas já começou, segundo o engenheiro João Oliveira responsável pelo consórcio da empresa que fará o serviço tudo está sendo feito o mais rápido possível, mas com segurança e um bom material para dar mais força e segurança à pista e também ao fluxo de veículos no local e que tudo irá se normalizar o quanto antes.



Os desabrigados estão no ginásio de esportes da cidade e em alguns prédios públicos, o tempo melhorou mas a defesa civil pede que os moradores ainda não voltem para as suas casas pois ainda há previsão de chuvas na região e o rio pode voltar a subir, doações estão sendo arrecadas em Salvador, Feira de Santana e cidades vizinhas a Riachão, grande parte delas já chegaram à cidade durante o dia de hoje.

VEJA O VÍDEO:

 

REPORTAGEM DE ALANA ADRIELLE
Postar um comentário