.

.

.

.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

ATUALIDADE: Câmara de Vereadores através do Vereador Beto de Eny promove audiência pública sobre o SAMU de Riachão do Jacuípe




Na manhã desta quarta-feira (18) aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores de Riachão do Jacuípe, uma audiência pública para avaliar novas ações para que o consórcio funcione e o serviço comece a ser ativado em Riachão e na região da bacia do Jacuípe. Mesmo com publico pequeno, pois poucos da população compareceu, fato que quando citado pelos oradores foi usado a desculpa de que o povo não confia mais em políticos.

Esta audiência foi convocada pelo vereador Beto de Eny, e teve o apoio dos seus colegas vereadores, apesar de hoje muitos deles terem faltado, dos 13 que compõe a atual conjuntura da Casa da Cidadania, apenas 5 estavam presentes, Vereador José Nivaldo (Ninho), Vereador Celinho, Vereador Beto de Eny, Vereador Zil de Barreiros e a Vereadora Catarina do Hospital.  


Cada um faltante deu suas desculpas, ou por agenda, ou por questões de saúde. Outra ausência muito notada foi dos Prefeitos das cidades que compõem o consórcio, nenhum deles se fez presente, inclusive a Prefeita Tânia Matos, que é a presidente do consorcio, e que no momento da audiência estava em seu gabinete recebendo alunos do ensino primário, um fato que facilmente poderia ser adiado para que a mesma pudesse estar na Câmara. 

As ausências deixaram clara a falta de interesse e de empenho dos prefeitos, a começar pela própria gestora, que estava na cidade, mas não se fez presente, sem falar das cidades que nem se quer representantes mandou, apenas Pé de Serra, Ichú e Nova Fátima marcaram presença com vereadores e secretários, incluído Riachão que teve as falas de Júnior Leão e da Secretária Daniela Xavier.



O padre Alessandro, que é Pároco de nossa cidade, também se fez presente, e em seu discurso salientou da importância que o SAMU tem no salvamento de vidas, fato também abordado pela Vereadora Catarina ao discursar. Com esta audiência de hoje o objetivo é tomar decisões definitivas para que o SAMU realmente funcione na cidade, pois desde 2012 quando chegaram à cidade, as ambulâncias saíram apenas 3 vezes, para socorrer casos graves que necessitavam das mesmas. 

O Secretário de Saúde do estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, em uma reunião com representantes da região, inclusive com a presença do Padre Alessandro, foi taxativo, para vir recursos o SAMU já tem de estar funcionando. A Vereadora Catarina disse ainda que quando cobrado foi irônico, indicando terceirização para que o serviço seja ativado. 


Todos os encaminhamentos feitos nesta audiência serão enviados aos respectivos órgãos, incluído o Ministério Público Federal. Agora só resta esperar as providencias e enfim ver nossa cidade com o Serviço Móvel de Urgência funcionando a pleno vapor, e com ele a UPA (Unidade de Pronto Atendimento0 que depende do SAMU para funcionar.

VEJA O VÍDEO:

 

REPORTAGEM E IMAGENS - ALANA ADRIELLE.

 
Postar um comentário