.

.

.

.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

ATUALIDADE: Audiência Pública sobre acessibilidade para deficientes físicos aconteceu na Câmara Municipal de Riachão do Jacuípe




Nesta terça-feira (24) aconteceu na Câmara Municipal de Riachão do Jacuípe uma Audiência Pública promovida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que tem como Presidente a Cristiele Silva, que fez o requerimento solicitando o espaço. O objetivo foi debater sobre a acessibilidade na cidade de Riachão do Jacuípe, como rampas para cadeirantes e adequação do comercio da cidade e de alguns edifícios públicos, além da preservação dos direitos dos deficientes assegurando uma boa convivência e seu conforto. 

Oito dos treze vereadores estiveram presentes,  entidades como APAE e a Policia Militar também. A ausência da Prefeita do município, Tânia Matos, mais uma vez foi notada, nem um  representante foi para a audiência, inclusive o vereador que é líder da mesma na casa da cidadania, nem ele esteve presente. Nossa reportagem não teve informações sobre o motivo da ausência da  gestora. Outras lideranças políticas e de ONG’S da cidade também não se fizeram presentes na audiência.



Em seu discurso o Vereador Adelson deu a ideia de que seja feita uma simulação nas rias da cidade com pessoas comuns em cadeiras de rodas ou com vendas nos olhos, para simular situações do dia-a-dia de deficientes no centro da cidade com poucas adaptações corretas para uso dos mesmos, e assim sentir na pele o que passam estas pessoas. Já a vereadora Catarina destacou a falta de acessibilidade no prédio da Câmara Municipal e em muitos órgãos públicos da cidade e apoiou a ideia do Vereador Adelson.


O advogado Daniel Cordeiro, membro do Conselho, fez uma palestra com demonstrativo de um balanço com os pontos e contra pontos da atual realidade de nossa cidade no tocante a acessibilidade, e pontuou o que pode ser feito a titulo de curto e médio prazo para que esta realidade se modifique. Com os quesitos discutidos hoje, documentos serão preparados e encaminhados a entidades e órgãos competentes para que tudo possa ser avaliado e posto em prática. 

VEJA O VÍDEO:

 

REPORTAGEM E IMAGENS - ALANA ADRIELLE
Postar um comentário