.

.

.

.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

NA BOCA DO POVO: Bairro da Santa Mônica (Caxuxa) pede socorro, moradores reivindicam limpeza e iluminação



Dando inicio a este novo quadro da TV Verdade do Blog Hora da Verdade, hoje nossa reportagem foi requisitada através do Whatsapp para ir até o bairro da Santa Mônica (Caxuxa). Lá moradores reivindicam iluminação e coletas mais frequentes de lixo. Segundo seu Raimundo, ele próprio e alguns moradores têm feito a limpeza da praça principal, onde inclusive plantou arvores e fez a capinação.

Mas em algumas alamedas e ruas transversais os esgotos correm a céu aberto, e o mato sem capinação está grande e servindo de esconderijo para insetos peçonhentos e até cobras já foram vistas no local. Lixo acumulado nas ruas também pôde ser observado; “Só não está pior por que nós mesmos estamos recolhendo, aqui não vem gari para varrer”,  disse Maria moradora do bairro. 



Como a coleta não é periódica, o lixo recolhido e produzido nas casas, para não ficar exposto nas ruas do bairro está sendo jogado às margens da BA-120 (Estrada de Serra Preta), que corta o bairro, se tornado um lixão a céu aberto. O senhor Fortunato, líder da associação comunitária do bairro disse que outro problema que tem deixado inclusive moradores com medo, é a falta de iluminação, que durante a noite deixa o bairro às escuras.


“Tem alunos que deixou até de ir para a escola à noite com medo de ser assaltado na volta”, disse ele. Este quadro faz parte da TV Verdade, com entrevistas que serão gravadas e colocadas em nosso canal do YouTube e aqui no blog, ficamos de voltar e ouvir moradores, pois imagens falam mais que 1000 palavras. Nossa redação aceita sugestões de pautas, que também poderão ser feitas em texto.

Se você também tem algo a reivindicar, ou reclamar, é só chamar que nossa reportagem vai até você e seu bairro, aqui em Riachão ou em cidades vizinhas, passe um zap ou ligue para (075) 99198-9646 Tim ou 98291-4982 Claro. “Onde a notícia me chamar lá eu vou estar”.

REPORTAGEM E IMAGENS – ALANA ADRIELLE.


Postar um comentário