.

.

.

.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

URGENTE: Médium e Diretor de Centro Espirita que vazou divulgação de carta psicografada da cantora Cássia Eller foi assassinado

Rio - O médium responsável pelo Centro Espírita Lar de Frei Luiz, na Taquara, foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira em sua casa, que fica no mesmo imóvel. Segundo testemunhas e agentes do 18º BPM (Jacarepaguá), Gilberto Arruda, de 73 anos, foi encontrado amarrado com sinais de espancamento e ainda teria sido enforcado. A Divisão de Homicídios (DH) da Capital está no local.


Agentes do 18º BPM (Jacarepaguá) foram acionados no início desta manhã e, ao chegarem ao local, constataram que havia sinais de espancamento, além de um corte no braço do médium. O corpo foi encontrado antes de uma palestra para dependentes químicos. Conhecido entre os espíritas, Gilberto Arruda realizava cirurgias espirituais no Lar Frei Luiz e atendia os pacientes com o espírito do médico alemão Frederick von Stein.

Wilson Vasconcelos Pinto, presidente do Lar de Frei Luiz, disse não ter um suspeito para a morte de Gilberto Arruda. "Não temos a mínima ideia do que aconteceu. O Arruda era muito querido por todos e era médium da casa desde 6 anos", diz. Ele revelou que o médium morava no local com a esposa (Marli), mas que dormiam em quartos diferentes. Foi ela quem achou o corpo de Arruda por volta das 7h. "Ele participou de uma reunião com dependentes químicos ontem a noite e não teve problema algum. Ele era o principal médium da casa. Era uma pessoa tranquila, dócil. Estamos todos chocados e não temos a mínima ideia do que aconteceu", afirma.

Médium assistente de Arruda, Paulo Abrantes, de 67 anos, afirmou que o médium realizava cerca de 400 cirurgias espirituais por mês. Ele disse que Gilberto Arruda recebia pessoas do exterior e de outros estados, além de diversos famosos. "O Guga (Gustavo Kuerten), Xuxa, Elba Ramalho e outros famosos já estiveram com ele. Eu brincava que ele era uma criança grande. Era um casa muito generoso que sempre viveu para o bem", afirma.

Não se sabe se o crime tem ligações com a divulgação de uma carta psicografada por uma médium do Centro na ultima semana, segundo relatos a carta não poderia ter vazado. A carta psicografada foi divulgada na internet. "Se eu disser para vocês que o inferno existe, acreditem, pois eu estava mergulhada nele, de corpo e alma, num espaço sombrio e frio, bem interno do ser, dos pés à cabeça, sem tempo, sem luz, nem descanso e afogava-me, a cada segundo, num oceano de matéria viscosa que roubava até minha ilusória alegria", começa a carta.
 

A carta foi psicografada no Lar de Frei Luiz e segundo o presidente Wilson Pinto a mensagem foi recebida pro um médium no dia 7 de maio, durante uma reunião de dependência química. "Não é a primeira desse tipo que recebemos. Já recebemos do Chorão, do Cazuza... é verdadeira. O que não é de nosso costume é a divulgação dessas psicografias, é um assunto interno da casa, não deveria ter vazado", disse o presidente ao Extra.



Na mensagem, Cássia fala de um período em que esteve no "umbral", um lugar para expiação do espírito, segundo a religião espírita. "Perguntava-me porque ali estava se nada fizera por merecer tão infeliz destino, depois de ser expulsa do corpo de carne através do uso maciço de drogas. A dúvida assaltava-me os raros momentos de raciocínio menos desequilibrado e as crises de abstinência trancavam todas as portas que dariam acesso à saída daquele campo de penitência de espíritos rebeldes e viciados como eu", continua a carta.



Depois de alguns anos, o espírito de Cássia teria encontrado a paz - e nesse momento de transição teria encontrado o também cantor Cazuza. "Despertei numa tarde serena, num campo verdejante e calmo. Não acreditava no que via, pois tudo, agora, parecia um sonho… Percebi, ao longe, o canto de uma ave que insistia em acordar-me daquele pesadelo no qual já me acostumava a viver". Ídolo de Cássia, Cazuza teria cantado uma música para ela.



Ao final, o espírito de Cássia diz que foi levado a um "hospital" para recuperar dos traumas criados, passando por "cirurgias espirituais". Revela ainda que voltaria na próxima encarnação com asma, deficiência mental e tuberculose, em uma "comunidade carente no interior do Brasil", passando "por muitos revezes".

DA REDAÇÃO. Com informações dos Sites O Dia e Verdinho Itabuna (Fotos: Extra e Verdinho Itabuna)



Postar um comentário