.

.

.

.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

ATUALIDADE: Rui Costa avalia positivamente o Carnaval 2015 e afirma “2016 termos mais trios sem cordas”


Na manhã desta quarta-feira (18), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), realizou uma coletiva no hotel Sheraton da Bahia para avaliar os resultados do Carnaval 2015.

“Faço uma avaliação positiva do carnaval de 2015. Tivemos o retorno democrático dos trios sem cordas, o que possibilitou uma maior participação do folião. E o povo quer essa tradição de volta. Em 2016 o governo do estado promoverá muitos mais trios sem cordas”, anunciou o governador.
Rui informou também que a partir de março ou abril fará reuniões com os artistas para fazer um balanço do carnaval Ouro Negro.

“Nossa intenção é fazer o carnaval também no interior do estado. Estive em barreiras e, mesmo sem uma promoção do carnaval da cidades, foi possível constatar a presença de muitas pessoas de Goiás, Brasília e outros locais próximos. Então temos que incentivar essa prática de promover o carnaval no interior. Cidades no extremo sul como Caravelas, Prado e Porto Seguro, que tem carnaval até sábado e eu farei uma visita. As cidades tem esse potencial de atrair turistas de outros estados e que não vem pra Salvador”, relatou o governador.

Na ocasião também estiveram presentes o secretário de segurança Maurício Barbosa, o secretário de Turismo Nelson Pellegrino, de cultura Jorge Portugal. Sobre a atuação da polícia durante a folia, o governador elogiou: 

“Os policiais militares fizeram um grande trabalho no combate à violência. Tivemos um aumento no caso mais grave de lesão, que é o homicídio. Ano passado registramos uma e esse ano duas, mas outros indicadores tiveram diminuição de registros. Nosso objetivo é em 2016 trabalhar com mais detectores de metais para coibir o uso de armas de fogo e armas branca".

O governador também usou a coletiva para elogiar o carnaval do Pelourinho e disse que quanto menos cordas, menos violência. Rui atribuiu alguns casos de violência ao comportamento dos artistas, dizendo que eles precisam promover a paz, “quando ver uma briga, confusão parar de tocar e dar exemplo no comportamento, nas músicas”, concluiu.

Com informações e fotos de Varela Noticias (Reprodução Site Calila Noticias)
Postar um comentário